Café da Manhã
Sem uma direcção definida

Café da Manhã Sem uma direcção definida

Os mercados accionistas seguem a negociar sem uma direcção bem definida na última semana do mês e do trimestre, com os investidores a aguardarem pelo indicador preferido do Fed para a inflação.

Ontem, os mercados accionistas norte-americanos terminaram a primeira sessão da semana em perdas, num dia vazio de indicadores económicos e com os investidores cautelosos após especulações de que o índice de preços das despesas de consumo pessoal, a medida para a inflação preferida da Reserva Federal, a divulgar na Sexta-Feira Santa, possa mostrar que a inflação se manteve mais elevada do que o esperado.
O índice Dow Jones recuou 0,41%, o S&P 500 0,31% e o Nasdaq 0,27%.

Hoje, na Ásia, as acções terminaram a sessão em terreno positivo registando no geral tímidas valorizações.
No Japão o índice Nikkei e o Topix terminaram a avançar, respectivamente, 0,12% e 0,11%.
Na Austrália, o índice ASX 200 recuou 0,41%, enquanto na Coreia do Sul, o índice Kospi ganhou 0,72%.
Na China, o índice CSI 300 avançou 0,51%, o Shanghai Composite 0,17% e o Hang Seng, de Hong Kong, liderou ao ganhar 0,88%.

Os mercados accionistas europeus estão a começar o dia sem uma direcção definida.
O índice Euro Stoxx 600 recua marginalmente 0,10%, enquanto o Euro Stoxx 50 segue praticamente inalterado, avançando 0,04%.
Na Alemanha, o índice DAX avança 0,19% e o CAC 40 de França segue inalterado.
No Reino Unido, o índice FTSE 100 recua marginalmente 0,08%.

O mercado cambial segue a negociar em volatilidade reduzida, enquanto os mercados aguardam pelos dados da medida de inflação preferida do Fed a ser conhecida apenas no final da semana.
O dólar segue hoje a recuar ligeiramente, com o índice DXY a negociar abaixo de 104,00 (de momento a 103,80) e o EUR/USD está de volta a 1,0850.
Já a libra regista ligeiros ganhos, com o GBP/USD a negociar a 1,2655 e o EUR/GBP a 0,8575.
O iene continua a negociar em perdas apesar das ameaças de intervenção cambial que continuam a ser ventiladas por responsáveis do Ministério das Finanças. O USD/JPY negocia de momento a 151,25 e o EUR/JPY a 164,10.
Também em perdas segue a negociar o franco suíço, com o EUR/CHF a cotar de momento a 0,9775 e o USD/CHF acima de 0,9000 (de momento a 0,9010).

Os mercados petrolíferos estão a começar o dia de hoje em torno dos ganhos registados ontem, com o governo russo a ordenar uma redução da produção e ainda com os ataques às refinarias russas e às centrais energéticas ucranianas.
O Brent segue de momento a negociar a $86,10 por barril e o WTI a $82,00.


O que pensa sobre este tema?