Café da Manhã
Entre ganhos e perdas

Café da Manhã Entre ganhos e perdas

Os mercados accionistas norte-americanos e asiáticos seguem a registar novos máximos históricos, enquanto os europeus seguem pressionados pelas incertezas políticas.

Os mercados accionistas norte-americanos terminaram ontem sem uma direcção definida, num dia despido de indicadores económicos e com os investidores a aguardarem hoje pelo testemunho de Jerome Powell no Congresso dos Estados Unidos e ainda pelos dados da inflação de quinta-feira.
O índice Dow Jones recuou marginalmente 0,08%, enquanto o S&P 500 e o Nasdaq voltaram a registar novos máximos históricos avançando timidamente 0,10% e 0,27%, respectivamente.

Na Ásia os mercados accionistas seguiram o exemplo dos investidores norte-americanos e levaram os mercados para ganhos.
No Japão, os principais índices voltaram a registar novos máximos históricos, com o Nikkei a subir 1,92% e o Topix 0,97%.
Na Austrália, o índice ASX 200 avançou 0,86% e o Kospi, da Coreia do Sul, 0,34%.
Na China, o índice CSI 300 ganhou 1,12% e o Shanghai Composite 1,26%, enquanto o Hang Seng, de Hong Kong, foi a excepção à regra, recuando marginalmente 0,18%.
Na Índia, o índice Nifty 50 avança, de momento, 0,42%.

Na Europa, depois do dia de perdas de ontem, está hoje de novo a começar o dia em terreno negativo.
O índice Euro Stoxx 600 recua de momento marginalmente 0,09% e o Euro Stoxx 50 0,35%.
Na Alemanha, o índice DAX recua 0,35% e o CAC 40, de França, 0,42%.
No Reino Unido, o índice FTSE 100 foge à tendência dos restantes índices, avançando, de momento, timidamente 0,19%.

O mercado cambial está a começar o dia de hoje pouco alterado, depois de um primeiro dia da semana vazio de dados e eventos económicos e com os investidores a aguardarem hoje pelas palavras de Jerome Powell no Senado dos Estados Unidos.
O dólar está a começar o dia a recuperar dos mínimos de ontem, com o índice DXY a negociar a 104,70.
O euro segue cai dos máximos do dia de ontem a 1,0845, para seguir de momento a negociar a 1,0820.
A libra segue pouco alterada, com o GBP/USD a manter-se acima de 1,2800 (1,2810) e o EUR/GBP a 0,8450.
Também o iene segue em torno dos níveis onde negociou ontem, com o USD/JPY a cotar a 161,00 e o EUR/JPY a 174,15.
O franco suíço recua dos ganhos que ensaiou durante o dia de ontem, com o EUR/CHF a negociar de momento a 0,9725 e o USD/CHF a 0,8985.

Os mercados petrolíferos começaram a semana a recuar dos máximos registados na semana passada, depois do furacão Beryl que atingiu um importante centro produtor de petróleo no Texas, ter causado menos danos do que os receados pelos mercados, aliviando as preocupações com a oferta.
Os preços do petróleo estão a começar o dia de hoje a continuar em queda, com o Brent a cotar de momento a $85,40 por barril e o WTI a $82,00.


O que pensa sobre este tema?